Médico é sequestrado da UPA para socorrer traficante ferido no Rio

Cerca de 50 homens invadiram a Unidade de Pronto Atendimento do Complexo da Maré, por volta da 1h da madrugada de domingo, no intuito de convencer a equipe plantonista a socorrer um traficante ferido a tiro. No local, os profissionais se recusaram a deixar a Unidade, mas foram forçados. Um dos homens armados rendeu o motorista de uma das vans e deu início ao sequestro.

O médico foi liberado por volta das 7h na Baixada Fluminense, enquanto a ambulância foi devolvida apenas por volta das 11h30. A polícia acredita que o ferido seja Thiago da Silva Folly, o TH, um dos chefes do Complexo da Maré. Mais informações sobre o sequestro não foram divulgadas.