Quando a família decidiu desligar os aparelhos, essa mulher conseguiu se salvar

Por mais que a medicina avance, alguns casos continuam inexplicáveis. E essa é a história de uma mulher de Phoenix, nos Estados Unidos. Aos 45 anos, ela foi encontrada inconsciente pelo filho que rapidamente acionou a emergência.  Lyndee Brown Pellettiere-Swapp foi levada ao Hospital, onde foi submetida a uma série de exames e testes.

Por 14 dias, essa foi a sua realidade até que os médicos começaram a sentir que nada mais podia ser feito. A família começou a ser avisada sobre o quadro de coma de Lyndee e os médicos começaram a sugerir o desligamento dos aparelhos. Levou algum tempo para que a família decidisse que aquela era a melhor alternativa, já que não queriam que Lyndee continuasse sofrendo sem esperança.

lyndee-coma

Assim que a decisão foi tomada, familiares de vários lugares começaram a se dirigir ao hospital para se despedir. O último a dizer seu adeus foi o marido de Lyndee. Ao seu ouvido, ele a pediu que lutasse e “avisou” que aquela era sua última chance de dar algum sinal. Foi aí que algo inexplicável aconteceu: Lyndee despertou, dizendo que era uma guerreira!