“Não gosto de incomodar as pessoas”, diz homem que dispensou ambulância mesmo com um prego no coração


prego-coraçao
“Não gosto de incomodar as pessoas”, diz homem que dispensou ambulância mesmo com um prego no coração

A história de Doug Bergeson é uma daquelas que a gente custa a acreditar, mas os registros do hospitais são a prova que precisamos. O homem fazia reparos na sua casa, em Marinette, Wisconsin, nos Estados Unidos, usando uma pistola de pregos. O drama começou quando ele, acidentalmente, disparou a pistola contra seu peito, fincando um prego em seu coração.

Com toda a calma do mundo, primeiro ele tentou puxar o prego sozinho. Não conseguiu. Então, ele percebeu que o prego pulsava no ritmo do seu coração. Foi então que ele decidiu que deveria ir ao hospital. Mas se você acha que ele chamou uma ambulância, esta muito enganado. Sozinho, ele dirigiu até a emergência. Chegando lá, abordou um segurança e pediu que, se possível, falasse com a equipe médica por ele, explicando a sua condição.

Em entrevista a CBC, uma rádio canadense, ele explicou porque dispensou a ambulância: “bem, eu não gosto de incomodar as pessoas à toa, eu estava me sentindo bem”, afirmou. “Quer dizer… Apesar da dor do prego fincado ali”, concluiu.

log in

reset password

Back to
log in