Mulher trans ganha processo e deve ganhar R$ 60 mil da União


mariannadoc
Mulher trans ganha processo e deve ganhar R$ 60 mil da União

A estudante transexual Marianna Lively ganhou o processo que abriu em 2015 por danos morais contra a União. Para quem não se lembra do caso, Marianna se apresentou a Junta Militar para cumprir com o alistamento obrigatório e teve fotos de si e de sua ficha divulgadas na internet.

Foram os próprios militares que divulgaram as imagens em tom jocoso. A estudante começou a ser alvo de ataques na internet e vítima de ligações ofensivas de estranhos. Dados como endereço e nome de registro da jovem foram divulgados. Marianna ainda declarou, na época, que não sofreu nenhum tipo de preconceito enquanto estava no local, mas notou que algo havia acontecido quando, já em casa, começou a receber ligações de estranhos.

A juíza federal Letícia Dea Banks concluiu que as fotos foram tiradas e divulgadas por membros do exercício, uma vez que civis no local não poderiam ter acesso a itens como celular ou câmeras fotográficas, e também levando em conta o ângulo do qual as fotos foram tiradas. A Justiça Federal já havia confirmado a origem das fotos, que segundo o Exército, foram tiradas por dois militares. O caso aconteceu na Junta de Serviço Militar em Quitaúna, em Osasco, na Grande São Paulo.

O Exército reafirmou que não compactua com a atitude dos soldados em questão.

fonte: G1

log in

reset password

Back to
log in