Mulher é presa em flagrante depois de se recusar a ser atendida por funcionária negra na Bahia


racismo-bahia
Mulher é presa em flagrante depois de se recusar a ser atendida por funcionária negra na Bahia
PUBLICIDADE

Policiais foram acionados para averiguar um caso de injúria racial em Salvador, na Bahia. Segundo a denúncia, uma mulher teria se recusado a receber atendimento de uma funcionária negra da delicatessen Bonjour, no bairro da Pituba. A mulher foi encaminhada a Central de Flagrantes do Iguatemi, em Salvador.

Segundo informações da PM, agentes foram deslocados até o restaurante onde presenciaram a ofensas racistas feitas contra a funcionária. Os agentes ainda tentaram acalmar a situação, mas a agressora teria desacatado inclusive o sargento responsável pela guarnição.

racismo-bahia3

O estabelecimento declarou, por nota, que a polícia foi acionada por uma segunda cliente que discordou da ação da agressora e partiu em defesa dos funcionários ofendidos. Ainda em nota, o bistrô afirmou: “Reforçamos nossa extrema ojeriza a qualquer tipo de atitude preconceituosa. Há mais de 10 anos, desde a sua inauguração, que o staff da Bonjour é formado, em sua grande maioria, de trabalhadores negros – dos quais a Bonjour tem muito orgulho em tê-los em sua equipe. Repudiamos a atitude e esperamos que a mesma não se repita: seja ela em qualquer outra circunstância”.

A mulher foi levada a 16ª delegacia, mas acabou sendo conduzida ate a Central de Flagrantes porque o delegado da delegacia não estava presente. Não existem maiores informações sobre o caso.

PUBLICIDADE

Faça um Comentário

log in

reset password

Back to
log in